Cláudio Santoro

Cantiga da ausente

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Se eu ando assim tão triste
Tão cheio de langor
É porque nada existe
Para mim sem meu amor

Ela está tão longe, tão longe
Que nem sei
E o seu olhar tão lindo
Não pode nem me ver

E as suas mãos morenas
Já nem podem me acenar
E só me resta a esperança
De ver meu amor voltar

Com os seus cabelos negros
E a sua graça pequenina
E a sua ternura linda
E o seu gostar de mim
Como ela me dizia
Feliz a soluçar
Eu te amo tanto
Que já nem sei mais


Autor(es): Vinícius de Moraes, Cláudio Santoro

Canciones más vistas de