Asas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu ouço trovões me chamando
Pro coração desta tempestade
Eu ouço bêbados cantando a alegria de quem não sabe
Eu ouço o vento dançando
Soprando a poeira do passado
Eu ouço o ritmo da chuva apagando os meus rastros

Eu não quero mais voar
Com as asas que eu ganhei
Agora eu vou criar
As minhas próprias asas e voar até você

Seu nome está pichado
Nas vidraças da minha mente
O sabor rápido da sua pele preso entre meus dentes
Em cada esquina tudo muda
Menos o sopro de sua boca
Eu disparo em sua busca mas a estrada é muito longa


Autor(es): Barreto / Cadeado / Guiducci

Canciones más vistas de

Martiataka en Febrero