Assuncion

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Assuncion, como um pássaro distante do seu ninho onde nasceu
Assuncion, a esperança de rever-te no meu peito já morreu
Assuncion, sob as asas da saudade o meu pensamento vai
Recordar, linda Assuncion, capital do Paraguai.

Eu recordo com saudade seus encantos, seu luar
Seresteiros pelas ruas, melodias a cantar
Nostalgia em minh’alma sinto agora em relembrar
Eu seria bem feliz se pudesse regressar.

Assuncion, bem distante das fronteiras que me separam de ti
Assuncion, vejo em sonho as paisagens do meu berço onde nasci.
Assuncion, tens no seio a grande alma de uma raça guarani
Esteja eu onde estiver, morrerei pensando em ti.

Las canciones más vistas de

José Fortuna en Junio