Marcos Ferreira

Armageddon

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Deus fez o homem
E o homem quis ser mais que Deus
E seu poder transformou o mundo
Num mundo habitado pelo falso amor

Até que um dia a natureza se revoltou
E uma grande onda varreu o litoral
As nuvens cobriram o céu
Inundando todas as terras férteis

As plantas recusaram seus alimentos
Apodrecendo antes de nascer
Um tremor rasgou todas as terras dos homens
Os animais se assustaram e fugiram
Outros se tornaram assassinos

Talvez o mal contra o bem
Talvez o bem contra o mal
Talvez a vingança do silêncio
Talvez o silêncio da vingança

Um bola de fogo desce do infinito
Explodindo todas as conquistas dos homens
Varrendo os vermes que dominavam o planeta destruído
O vento carrega a fumaça do nada que restou
Desta vez a natureza ganhou

Um novo mundo surgiu na terra
Sem falsidade, egoísmo, vaidade
Mas humanidade e humildade no coração humano

Replantando as árvores e seus alimentos
Erguendo humildes casas
E se amando lá dentro
Sem disputas ou egos
Pois há um pouco de tudo para cada um

Rios descendo para o mar
Montanhas, animais, peixes, pássaros
Voltando a voar
E flores voltando a brotar

E o mundo voltou a saber
O que é amor, o que é amar
A natureza levou embora só aqueles
Que não aprenderam
O que Jesus nos veio ensinar
E o sol voltou a brilhar


Autor(es): Marcos A.F.Cardoso

Canciones más vistas de