Boca Livre

Baião do Acordar

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Um, dois, três, quatro, cinco, seis
Sete, oito, nove, dez, onze, doze, treze
Ferradura pé de coelho - nada disso adianta
Trabalha nêgo!

Eu não sei se agora é saudade no peito batendo
Ou se coisa que a gente aprende se defendendo
Jogue nessa loteria que a sua vida resolve
Passe a perna no destino, fure a fila e seja breve
Mas não deixe ouvir uma música amanhã ao acordar


Autor(es): Novelli