Balada da Solidão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vejo a lua passar, ela passa, mas volta
Voltará bem maior para ver meu viver tão sofrido
Vejo o sol se esconder, amanhã ele vem outra vez
O que não volta mais, nunca mais, é o momento perdido

Amargura mandou solidão me cobrir com seu véu
Vejo a vida passar, como é triste chorar por ninguém
Há no meu coração mais amor do que estrelas no céu
E eu tão só a cantar a balada do amor que não vem

Amargura mandou solidão me cobrir com seu véu
Vejo a vida passar, como é triste chorar por ninguém
Há no meu coração mais amor do que estrelas no céu
E eu tão só a cantar a balada do amor que não vem
Que não vem, que não vem


Autor(es): Billy Blanco

Las canciones más vistas de

Elizeth Cardoso en Septiembre