Felipe e Falcão

Bata Na Porta De Casa

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vejo cair do seus olhos uma lágrima
Vejo estampado em seu rosto tanta solidão
O amor é uma soma de dois
É um sonho que não se divide
E guarda segredos da alma no coração

Você se entregou tão menina pra qualquer um
Na lua, nas curvas da lua, sem direção
Amores que vão e que vem
São pedras que rolam na estrada
Você é um retrato que é de uma mulher mal amada

Bate na porta de casa que eu te deixo entrar
Pegue um pedaço de mim que eu sou todo seu
Tire a tristeza do rosto
Dos gosto dos beijos de mel
Basta pedir uma estrela e eu te dou o ceú

Você se entregou tão menina pra qualquer um
Na lua, nas curvas da lua, sem direção
Amores que vão e que vem
São pedras que rolam na estrada
Você é um retrado de uma mulher mal amada

Bate na porta de casa que eu te deixo entrar
Pegue um pedaço de mim que eu sou todo seu
Tire a tristeza do rosto
Dos gosto dos beijos de mel
Basta pedir uma estrela que eu te dou o ceú
Bate na porta de casa que eu te deixo entrar
Pegue um pedaço de mim que eu sou todo seu
Tire a tristeza do rosto
Dos gostos de beijos de mel
Basta pedir uma estrela que eu te dou o ceú

Canciones más vistas de

Felipe e Falcão en Septiembre