Hangover

Bicha Arlete

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Olha quem gozou na esquina
Vem arrotando, vem peidando
É a bicha Arlete, que tava toda drogada
Ela fumou baseado, cheirou cola e injetou na veia
Comprou pedras de crack e vem cambaleando
Vem zuada, vem fudida, mulambenta
E a Bicha Arlete conhece o Dirceu, um velho fudido que adora o Abreu
E todos dizem

Bicha Arlete
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida não é só de baseado
Existem outras drogas também
Oh, bicha Arlete
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida não é só de baseado
Existem outras drogas também

Ela veio toda cheia de banca
Botando de malandra no território do Romeu
Mas no final do dia a cota não deu pra nada
Ela se fodeu
Chegou em casa mais uma vez drogada, injetou na veia e foi dormir
Seu irmão que também era viado chegou em sua casa
E à viu, desmaiada, toda fudida e disse:

Oh, bicha Arlete
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida não é só de baseado
Existem outras drogas também
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida não é só de baseado
Existem outras drogas também

Ana na na na na na na na na na na na na na na na

Oh, bicha Arlete
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida nao é só de baseado
Existem outras drogas também
Oh, bicha Arlete
Vai se fuder
Pare de se drogar
Vai trabalhar
Pois a vida não é só de baseado
Existem outras drogas também


Autor(es): Guilherme Neykova