Borracheira

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O baile velho tá entupido até a guela
Que da janela não tem varzea pra espiar
A gaita ronca me chamando pra vanera
E a borracheira tá querendo me pegar

Pra ter coragem de tirar uma criatura
Bebi uma pura que fez o pelo arrepiar
Juntando os fatos eu bebi por causa dela
E agora ela comigo não quer dançar

Refrão:
O velho Gildo já dizia sem rodeio
Que homem feio sem coragem não namora
Banquei o fraco e na bebida me passei
Me emborrachei e botei o namoro fora

De fato ela é a mais linda da sala
Pois não se iguala na beleza com ninguém
Os olhos negros numa mirada que assusta
Vale o que custa só pelo encanto que tem

Que gauchada acabei perdendo a viagem
Porque coragem não se empurra guela abaixo
Me atraca no aperitivo foi burrice
Pois ela disse que não dança com borracho

Las canciones más vistas de

João Luiz Corrêa en Septiembre