Cabimento

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O inverno nascendo do tombo
Da flor de um ipê
Desperta-me o corpo
Ao farto adorno do teu ser

E o céu dobra
Pra poder ter
Cabimento
Caber o azul
E o teu sorrir
Que é lindo

Cadentes teus raios
Ascendem e derrubam porquês
Infinitas que são as margens
Dos olhos, da boca, das coxas, buquês


Autor(es): Bernardo Do Espinhaço

Las canciones más vistas de