Hermínio Bello de Carvalho

Brinco de princesa

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Os teus olhinhos
São dois brincos de princesa
Tenho certeza, dia desses vão me achar
E eu vou ficar todo muxoxo e encabulado
E vai sobrar pra todo lado
Um tremor que dá, que dá...

O paraíso foi diabo quem inventou
Veio Deus e excomungou toda a gente do lugar
Mas de repente Deus se viu largado e só
E inventou o carimbó pro diabo espicaçar.

A tua boca me parece manga rosa
De tão cheirosa chega até me embriagar
Se um beijo teu vier provar da minha boca
Ai, meu Deus, que coisa louca!
Vai até atrovejar.

Bicho da seda escavacou o teu umbigo
De tão profundo chega até pra me abrigar
E eu entro nele, levo o pai, carrego avó
Tem espaço até de sobra pra dançar o carimbó.

Diabo gosta de mostrar-se molequeiro
Faz-se de sonso - é danado de dar dó
Atiça Deus, atiça a chuva, atiça o vento
E diz até, de ciumento, que inventou o carimbó


Autor(es): Hermínio Bello de Carvalho / Vital Lima

Canciones más vistas de