Caminha

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Estás batendo em porta errada, minha amiga
A casa em que tu me deixaste, outra ocupou
Pensaste em me deixar no abando
Porém, mulher, é demais e tu, tu ficaste sem dono

Caminha, vai bater em outra porta
Mesmo por que não importa
Que te entregues a quem quiseres
E encontrarás com certeza
Com o que tens de beleza
Alguém que te dê amor

Antes, porém, terás o teu castigo
O que fizeste comigo
Não farás a mais ninguém
Caminha e aprende a ser decente
Quem quer o amor de toda gente
Não tem o amor de ninguém

Antes, porém, terás o teu castigo
O que fizeste comigo
Não farás a mais ninguém
Caminha e aprende a ser decente
Quem quer o amor de toda gente
Não tem o amor de ninguém


Autor(es): Evaldo Ruy / Rolando Candiano

Las canciones más vistas de

Elizeth Cardoso en Septiembre