Carminho

Carvoeiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Foge do cais, carvoeiro,
E das ciladas da areia.
Foge arteiro, oh carvoeiro,
Segue sempre o teu roteiro
Que só a terra é sereira.

Singra soprano valeiro,
Tu passas quente e contralto,
Vai bainzeiro, oh carvoeiro,
Vai que o teu casco é romeiro
Da romagem do mar alto.
Teu manso ir, carvoeiro,
O teu fumo aventureiro
Tem um destino com asas.

Vai para o mar, carvoeiro,
Terra è mulher, é má sorte.
Vai legeiro, oh carvoeiro,
Não veja a onda primeiro
Brilhar a estrela do norte.

Negro, negro carvoeiro,
Não voltes nunca do mar.
Vai trigueiro oh carvoeiro
Que eu não nasci marinheiro
E o meu destino é ficar.