Banda Nave Som

Caso de boteco

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Refrão:

Não adianta, em caso de boteco
É beber até encher caneco pra tentar esquecer
Não adianta, dizem que tem cura
Não tem ninguém que segura
O remédio é beber

Pra quem perde a mulher amada
A consequência é a madrugada
ir pro boteco e beber
Tem casos que nunca têm volta
É pra engolir a revolta
É beber pra esquecer

Quem pega que tanto ama
Com outro cara na cama
Por mil anos vai lembrar
E pra não cometer besteira
Se tranca na bebedeira
No boteco, no bar

Não adianta, em caso de boteco
É beber até encher caneco pra tentar esquecer
Não adianta, dizem que tem cura
Não tem ninguém que segura
O remédio é beber


Autor(es): Rodrigo Arthur

Canciones más vistas de

Banda Nave Som en Octubre