Castelo de Poeira (O Sonho)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Olha meu amor
Com olhos de quem vê meu coração
Pra você brincar de saber de mim.
Dorme devagar e faz de conta que você chegou
Só pra me aceitar
Que nem eu sou.
E, se o amor secar,
Poeira que sobrou do vendaval
Revela que o castelo que eu criei
Era ilusão e só tinha lugar pra um de nós.
Quase me perdi
E falta dicionário pra contar tudo que eu passei.
Tudo vai passar.
Quando você vem, o tempo insiste em demorar.
Você mora nos meus sonhos
E sonho, sabe como é,
Quanto mais se corre, mais se anda em marcha-ré.
Se o amor secar,
Poeira que sobrou do vendaval
Revela que o castelo que eu criei
Era ilusão e só tinha lugar pra um de nós.

Las canciones más vistas de

Cartolas en Octubre