Calango de Seu Enoque

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu vou brincar no calango de seu Enoque
É um toque de balanço e eu não canso de dançar
Eu vou ligeiro feito bala de badoque
Quem não quer vai a reboque, seu Enoque vai gostar

Calango lando deu um tombo, deu no tango
Deu no samba, deu no manbo, botou o povo pra dançar
Causou um choque, deu ibope, deu no rock
Enoque deu seu enfoque, chamou Roque pra dançar

Calango dango dengo dingo dongo dungo
Vagabundo leva chumbo se não vem calanguear
Calango lango lengo longo calangola
Embola na gola e bola embolada emboladar

Eu vou brincar no calango de seu Enoque

Como é que pode calango virou pagode
É que nem leite com toddy ninguém pode separar
Meu bem me acode passei na barba do bode
Calango também sacode pros bigode balançar

Se for preciso canto até de improviso
Aqui vai o meu aviso: eu vou em festa é pra dançar
Pega a viola, violeiro não enrola
Quem consola dançador é dançadeira e "vamo" lá

Eu dei um pulo por cima de outro pulo
Nunca vi pulo dar pulo, nunca vi pulo pular
Eu dei um tapa por cima de outro tapa
Nunca vi tapa dar tapa, nunca vi tapa tapar
Eu dei um trote por cima de outro trote
Nunca vi trote dar trote, nunca vi trote trotar
Eu dei um beijo por cima de outro beijo
Nunca vi beijo dar beijo, nunca vi beijo beijar


Autor(es): Rubinho Do Vale

Las canciones más vistas de

Rubinho do Vale en Octubre