Caldinho Knorr

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Aí é bom que não dá filho
Poder tirar o pau e vir o milho
Caldo Knorr sabor do cu mineiro
Esse é o sonho de qualquer pedreiro

Eu tava na balada e vi uma vagabunda,
Soquei a língua no reto e ela veio toda imunda
Mas não tem nem um 'probrema' chupo até sair caldinho
Vai safada e relaxa, que primeiro vem o midinho

Onte d'onte foi buxada,salpicada,gerimum,
Ovinho de codorna rabada e atum
Bateu o revertério, mas isso não foi 'pobrema'
Manchei no cú a calça branca, e me senti a própria Quenga.

Vem cachorra, vem safada que seu cú eu desentupo
O cheirinho vem queimando, mas tu pode crê que eu chupo
No dente tem casquinha, tem casquinha de feijão
No bigode pururuca, pururuca de leitão

Então vem mais fundo, que eu tento dar um breque
Não tem fundos na poupança, mesmo sim eu passo o cheque
Eu não sou exotérico, mas tenho o terceiro olho
Vem aqui com a sua lingüiça que já está pronto pro molho

Ai é "bão" que não dá filho não
Tirei o pau e veio um feijão
Caldo Knorr sabor do cu mineiro
É esse o sonho de todo pedreiro

Vai simpatia sobe o som
Isso aí amizade, vamo lá
Vai simpatia, sobe o som, sobe o som

Las canciones más vistas de

Bonde do Rolê en Octubre