Radiola

Calundu

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Tô de calundu
Minha origem, bantu
Respirando dias tristes
Alegria, fé que existe
Como se meu coração
Quisesse um grão de amor
Música forever, é dubwise
A Radiola rimando, brincando na improvisação
Em cima do groove, no beat do coração
Batendo forte, brincando sem parar
Fazendo música, rimando sem pensar
Queimando tudo, não pode parar
A gente groova, rima e pensa na Bahia
Do coração
Ê corumbê, bêo
Eu vou sair, fazer
Sambar o candomblé
Dançar, brincar batendo o pé
Pode ter tambor, viola de doutor
O todo refazendo Congo e Angola até amanhecer
E ali configurava uma identidade nacional
O samba da Bahia
Tô de calundu
Minha origem é bantu

*Música incidental: "Na Baixa do Sapateiro" (Ary Barroso)


Autor(es): Bruno Luedy / Radiola