Camaleão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quando veste gala vem, mais uma falsa noite pra impressionar
Quando pede que pare, é uma pena que ninguém repare
Que esse caminho não tem mais fim

Diferentes cidades, de todas as idades
Um cardápio considerado algo fora do comum

Comparado a todos mas não encontramos em nenhum
Sente os mesmos gostos um a um
No fundo sempre só
Apenas um camaleão sem rumo algum

Roubando vidas, pra achar uma saída
Aproveitando velhos clichês pra empurrar com a barriga
Cada dia num mundo diferente

Pra entrar no mundo, das pessoas que conheceu
Tirando seus sonhos sem saber, quais são os seus...

Comparado a todos mas não encontramos em nenhum
Sente os mesmos gostos um a um
No fundo sempre só
Apenas um camaleão sem rumo algum

Quem te fez assim? Um pedacinho de tudo num deserto sem fim
Nesse casco oco imune aos olhos daquele que vê sua beleza gasta
Representando o vazio, sem palavras, sem emoção
Sem qualquer consideração

Comparado a todos mas não encontramos em nenhum
Sente os mesmos gostos um a um
No fundo sempre só
Apenas um camaleão sem rumo algum

Um camaleão sem rumo algum (3x)

Las canciones más vistas de

Bruno Vannuchi en Octubre