Caminhos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Ever, ever, ever, ever, ever, ever

E andando nas ruas
Entre becos, esquinas e guetos
Só piso em cacos
Que cortam a minha alma

E o sangue que cai
Não é só o meu
(Não é não, não só o meu)
(Não só o meu, não só o meu)

E o sangue que cai
Não é só o meu
Não é não, baby
(Não só o meu, não só o meu)

Andando a pé
Entre trilhas, pistas e rastros
Só pulo obstáculos
Que esbarram na minha vida

E o suor que cai
Não é só o meu
(Não é não)
(Não só o meu, não só o meu, não só o meu)

E o suor que cai
Não é só o meu
Não é não, baby
(Não só o meu, não só o meu)

Caminhar eu quero
Sentindo as chegadas
Andando, yeah, por aí

E o sangue que cai
Não é não
(Não é não)
(Não só o meu, não só o meu, não só o meu)

E o sangue que cai
Não é só o meu
Não é não, baby
(Não só o meu, não só o meu)


Autor(es): Ed Motta / Fran Bouéres

Las canciones más vistas de

Ed Motta en Octubre