Chama do Prazer

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Numa noite apenas não mato
O desejo fugaz que me invade
Uma sede me seca a boca
Nos seus lábios eu bebo à vontade

O importante é estar ao seu lado
Em delírio me perco no espaço
O abismo é o limite do beijo
Nos teus olhos o brilho eu vejo
Quando estás a sentir meus abraços

Eu desfruto o melhor
De dou tudo de mim
Sem mistério, deixo tudo acontecer
Eu me perco em seu mundo
Em seu corpo, tudo enfim
Nada apaga nossa chama do prazer

Numa noite apenas não mato


Autor(es): Fátima Leão

Las canciones más vistas de

Alan e Aladim en Octubre