Camperiada de Gaiteiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Lá no rincão "disque" tem baile de novo
E aquele povo anda "loco" por dançar
Indiada buena, florão de mulher bonita
é uma pena que os cantor, são maturrengo pra tocar
Soube a noticia me parei entusiasmado
Eu fui criado onde os buenos se criaram
Ali diziam que o baile não dava certo
E eu me fui pra ver de perto, este fandango que "aporriaram"

Ando tropiando alegrias por esta zona
Levando a tristeza embora a "trompasso" de cordeona
(bis vocal)

Chegou o dia deste fandango matreiro
Eu sou gaiteiro que enfrento uma camperiada
Abri por fora e enfrentei palco tocando de goela aberta
Cantando e alegrando a gauchada
Me balançava de gaita erguida nos braços
E no compasso me desmanchava em floreios
Todos dançavam no embalo do moreno
Marcando num tranco bueno desses de "afrouxa" os arreios

Ando tropiando alegrias por esta zona
Levando a tristeza embora a "trompasso" de cordeona
(bis vocal)



"Desaporriei" aquele baile "cestroso"
Fiquei famoso naquela "noite baguala"
Olhei por cima, vi todos no mesmo embalo
Larguei um "xote a cavalo" direto ao meio da sala
Me balançava de gaita erguida nos braço
E no compasso me desmancha em floreios
Todos dançavam no embalo do moreno
Marcando num tranco bueno desses de "afrouxa" os arreios

Ando tropiando alegrias por esta zona
Levando a tristeza embora a "trompasso" de cordeona
(bis vocal)

Las canciones más vistas de

Os Manos en Octubre