"Campo e Luz"

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Mergulha hóstia de luz
No sangue do campo santo,
Estende lua teu manto
No orvalho da plenitude,
Onde a reza nasce rude
Ajoelhada em campo e luz,
E eu benzo o sinal da cruz
Com água benta de açude

Não há templo igual a este
Pro batismo dos pampeanos,
Prece oculta dos minuanos
Convergência dos ateus,
Simplicidade dos meus,
Na procissão das estâncias
Terrunha alma em constância
Aqui mais perto de Deus...

Tenho o terço das estrelas
E a matriz do galpão grande,
Deixo que o destino mande
Nos sonhos que campereio,
Em cada campo que leio
Encontro a bíblia da calma
E ascendo a vela da alma
No castiçal dos arreios

Um dia hei de saber
O motivo da saudade,
De um tempo em que a liberdade
Na catedral das manhãs
Tinha um sino de um tajã
Acordando a tolderia,
E um rosário de poesia
Sob os olhos de tupã


Autor(es): Cristian Camargo / Lisandro Amaral

Las canciones más vistas de

Marcelo Oliveira en Octubre