Canarinho do Peito Amarelo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Canarinho do peito amarelo
Seresteiro das matas sombrias
Tão sereno transmite ao longe
Do seu peito lindas melodias
Nasceu e criou lá na mata
Seu banhar é sob a ponte fria
Só quando chega a primavera
Você volta pra quem te espera
Pra rever sua nova família

Ai, canarinho amarelo
Onde está meu bem que eu tanto quero
Ai, canarinho amarelo
Onde está meu bem que eu tanto quero

(Volta morena ingrata
Esse coração que chora de saudade)

Canarinho das matas sombrias
Eu também já fui um seresteiro
Já cantei sob as luzes douradas
Rodeada de amor traiçoeiro
Até findar as madrugadas
Outras vezes ao clarear do dia
E quando você despertava
Solitário ao meu canto eu voltava
Pra aquecer minha cama vazia?

(Canarinho, velho companheiro
Novamente eu quero te ouvir
Recordei de quem muito me ama
Que por ciúme um dia eu perdi

Nunca é tarde para ser feliz
Você me ensinou a viver
Eu juro por Deus, quem me dera
Estar perto da mulher sincera
E juntos ver nossos filhos crescer)

Canarinho do peito amarelo
Agora eu quero te escutar
O galho que você pousava
Está triste sem o seu cantar
Você bateu asa e voou
Te confesso que eu até chorei
Também voltei pra minha terra
Pra rever a casinha da serra
E meu bem eu não mais encontrei

Ai, canarinho amarelo
Onde está meu bem que eu tanto quero
Ai, canarinho amarelo
Onde está meu bem que eu tanto quero

Las canciones más vistas de