Canção Para o Tio Franz

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

A história que eu vou contar em forma de poesia,
Tem tristeza e alegria,
É uma história verdadeira,
Aconteceu, não é invensão não.
Então lá vai.

Era uma vez uma bailarina italiana que dançava uma dança diferente,
A noite pintava o corpo de verde,
E subia numa árvore e ficava lá,
Como se fosse um galho parado.
Gostava de dançar assim com a natureza.
Um dia a bailarina viu um filme feito no Brasil,
Que mostrava a vida de um senhor chamado Franz,
Era escultor e era pintor,
Esculturas fazia com tocos e galhos,
Suas tintas fazia misturando terras de cores diferentes.
Gostava de pintar com a natureza.
Gostava de pintar com a natureza.
O Tio Franz gostava de subir o rio e ir passear na floresta.
Quando encontrava um galho bonito punha no barco, levava pra casa,
Dava um trabalhão!
Tinha um quarto enorme cheio de galhos e troncos que trouxe das viajens,
Tinha muitos galhos queimados.

No Brasil ainda tem muita gente que queima uma floresta inteira só pra plantar capim.

O Tio Franz levou a bailarina pra dançar com o mangue, oh oh oh oh!
A bailarina pintou o corpo com a lama cinza,
Entrou no meio das raízes,
Ficou dançando sentindo a água chegar,
Ouvindo as árvores estalando e o barulhinho dos carangueijos cor de vinho,
Limpando a linda lama cinza no manguezal.

Oh oh oh oh oh!
Oh oh oh oh oh!

Las canciones más vistas de

Cocoricó en Octubre