Chão de Cada Dia

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Esta canção
Ponho à mesa de quem chora
O pão que sirvo agora
Vem do chão por onde andei

Também molharam
Meu olhar com muitas dores
Pisaram minhas flores
Mas eu sempre caminhei

Também lançaram
Suas pedras no meu peito
E pensaram desse jeito
Calar a minha voz

Esta canção
De estradas infinitas
Nasceu da luz que habita
Em cada um de nós


Autor(es): Adalberto Holanda / Eliberto Barroncas

Las canciones más vistas de

Raízes Caboclas en Octubre