Chave do Destino

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Onde vai dar essa estrada
Eu já estou de perna cansada
Ainda não cheguei no meio
Tantas curvas e subidas
E quando chegar na descida
Eu tenho que pisar no freio
O amor em mim é coisa certa
Não tem curva e não tem reta
Nem tem hora pra chegar
A velhice é a minha vida
É um beco sem saída
Não adianta desviar

Todo caminho que tem a ida
Nessa vida tem a volta
A chave que abre a porta
É a mesma que trancou
Sou andarilho, sou um homem e fui menino
Quero a chave do destino
Quero saber quem eu sou

Me de a chave,
Me de a chave
Que o destino é traiçoeiro
Me de a chave,
Me de a chave
Do outro lado que eu quero chegar primeiro


Autor(es): Cláudio Rios

Las canciones más vistas de

Mestre Zinho en Octubre