Cantigas Do Maio

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu fui ver a minha amada
Lá prós baixos dum jardim (2x)
Dei-lhe uma rosa encarnada
Para se lembrar de mim (2x)

Eu fui ver o meu benzinho
Lá prós lados dum passal
Dei-lhe o meu lenço de linho
Que é do mais fino bragal (2x)

Eu fui ver uma donzela
Numa barquinha a dormir
Dei-lhe uma colcha de seda
Para nela se cobrir

Eu fui ver uma solteira
Numa salinha a fiar
Dei-lhe uma rosa vermelha
Para de mim se encantar

Eu fui ver a minha amada
Lá nos campos eu fui ver
Dei-lhe uma rosa encarnada
Para de mim se prender

Verdes prados, verdes campos
Onde está minha paixão
As andorinhas não param
Umas voltam outras não

Refrão:
Minha mãe quando eu morrer (2x)
Ai chore por quem muito amargou (2x)
Para então dizer ao mundo (2x)
Ai Deus mo deu Ai Deus mo levou (2x)


Autor(es): Jose Afonso

Las canciones más vistas de

Cristina Branco en Octubre