Canto De Guiné

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou..
Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou..

Mas salve. Salve á raça negra que levanta.
Desse Brasil que em cada rampa. o seu destino confiou..

O negro foi escravo de sinhá.
O negro foi escravo de sinhô.

O negro foi escravo de sinhá.
O negro foi escravo de sinhô.

Em cada canto o seu futuro era traçado.
Em cada passo uma luta se travo.
E foi Zulu no Quilombo dos Palmares.
O forte vento que mandou.

Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou..
Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou..


Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou..
Hoje batuque guine... dança guerreiro que o negro chegou


Autor(es): Jesus Martins / Miro do Surdo

Las canciones más vistas de

Agepê en Octubre