Cão de Boiadeiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Todo cão de boiadeiro não dá trela ao cão vadio,
Quando está no seu trabaio não aceita desafio.
Amigo do seu patrão, é valente e tem brio,
Fazendo berrá nos dente um pantaneiro bravio.

Todo cão de boiadeiro tem sua vida arriscada,
Ajudando os peão pegando boi de arribada.
Quando vai chegando a noite, boiadeiro fais posada,
Cachorro fica de guarda, toma conta da boiada.

Aprendi com o meu cão ser humirde e obediente,
Dar valor na profissão, levando a vida pra frente.
E cumprindo a obrigação, respeitando a toda gente,
Na hora de precisão, ser corajoso e valente.

O meu fier cumpanheiro, eu nunca posso esquecê,
Finquei uma cruz na estrada com esse triste dizê:
Morreu tocando boiada e cumprindo seu devê
No chifre dos pantaneiro vi meu cachorro morrê.


Autor(es): Hilário De Almeida / Tonico

Las canciones más vistas de

Tonico e Tinoco en Octubre