Adair de Freitas

Chasque a Don Avelino

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Há um trem em minha vida
Desde muito antes de mim
Pelos rumos do destino
Foi o rumo donde vim

O meu pai foi guarda-chaves
Quando vim de mais além
Deu passagem para a vida
E eu nasci dentro do trem

Lá vem o trem
Faça sol, faça chuva
Trazendo a lembrança
De um tempo guri
Lá vai o trem
Apitando na curva
Levando a saudade
Que sinto de ti

O meu pai foi ferroviário
Desde os tempos do carvão
Da Maria fumacenta
A engolir léguas de chão

Foi um homem de respeito
Não saiu nunca do trilho
Bom amigo e companheiro
Um exemplo para os filhos

Lá vem o trem
Faça sol, faça chuva
Trazendo a lembrança
De um tempo guri
Lá vai o trem
Apitando na curva
Levando a saudade
Que sinto de ti

O meu pai foi um gaúcho
Todo dia ainda me lembro
Uma estampa de monarca
Nos desfiles de setembro

Foram os trens o seu sustento
Os cavalos sua paixão
Pro senhor, Don Avelino
Lhe ofereço esta canção

Lá vem o trem
Faça sol, faça chuva
Trazendo a lembrança
De um tempo guri
Lá vai o trem
Apitando na curva
Levando a saudade
Que sinto de ti

Canciones más vistas de

Adair de Freitas en Noviembre