Fernando Tordo

Chegou o Dia

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Chegou o dia
O impossível noutro tempo estava ali
O impensável noutras noites era claro
E sobre nós desmoronava-se a verdade

De hoje em dia
Fica entendido entre nós como um acordo
Se o divergente conseguir o paralelo
Que coincida no infinito de dois planos
Por este dia hei-de fazer e desfazer
O teu aviso
Como se fosse o master mind mais difícil
Que a gente joga e ganha sempre
Aos distraídos

Talvez um dia
O ilimitado seja igual à paciência
Que a alegria deixe de ser a taluda
Que continua a sair sempre e só aos outros

Bastava um dia
Com muita paz muita mão dada por loucura
E se o segundo for a unidade amor
Oitenta e seil mil quatrocentas vezes tu
Que venha o dia
Só falta um dia
Para acabar com a dor que resta
Só falta um dia
Para valer a vida pois nesse dia
Há-de ser obrigatório a noite vir
Só quando a gente cairá


Autor(es): Fernando Tordo

Canciones más vistas de