Chuva de Pranto

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não deixe o pranto afogar os sonhos do nosso amor
O pranto é chuva que cai das nuvens do coração
Pingando lento das folhas mortas do desengano
No céu escuro em nossas noites de solidão.
Vivemos longe mas na lembrança estamos pertos
Perto dos beijos que nós trocamos em nosso adeus
Ainda sinto todo o calor acariciante
Daqueles beijos queimando em brasa os lábios meus.

Não chores mais porque a distância e a saudade
Mais aproxima dois corações que se querem bem
Quando chorando de mim te lembras tenha certeza
Que aqui distante de ti querida lembro também
De cada passo que hoje separa as nossas vidas
Eu plantaria a flor mais bela do nosso amor
Para ficarmos sempre abraçados com a primavera
Entrelaçados num longo e lindo colar de flor.

Quisera ainda que a nossa triste chuva de pranto
Formasse rios e os grandes rios formassem mar
Pra ir buscar lá no barco azul da felicidade
E nos teus braços adormecendo poder sonhar
O que sentimos nesta distancia um pelo outro
Já é loucura, é desespero e alucinação
Só o abraço bem apertado do nosso encontro
Apagaria o fogo ardente desta paixão.

Las canciones más vistas de