Fernanda Cunha

Cruel Beleza

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Cruel beleza
Você sabe que tem
Esconde um punhal
Um olhar onde o mal
Faz às vezes o bem

Você sabe
Que além de uma voz
Você sabe que tem uma voz
Do além
E além de tudo
Você tem sobretudo
A sedução do jogo de azar,
O meu prejuízo

O meu precipício
Pode ser o meu vício fatal
O amor
É meu ópio de novo

Perfume de sândalo
Torturas de tântalo
Tantas mandras e tantras
Menina malandra
Cruel beleza
Você sabe que tem
Esconde o punhal
Um olhar onde o mal
Faz às vezes o bem


Autor(es): Capinan / Lisieux Costa