Coisas Que Odeio Em Ti

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Nunca pensei que ao encontrar-te
Eu iria gostar de ti
Era tão fácil odiar-te
Mas porque é que ao dizer não
Quero dizer sim
E mesmo assim sei que te odeio
Dei ordens ao meu coração
De achar-te mau, perigoso e feio
Mas mentir-me não é mesmo a solução

Odeio tanto esse sorriso encantador
Que ilumina o meu céu
Quando a noite vê chegar
Odeio tanto essa boca tão linda
E esses lábios que suplicam
E me pedem p’rós beijar
Odeio tanto que nem te odeio
E saber que eu te quero
Só me confunde ainda mais
Porque eu acho que te quero
Mais que nada, mais que tudo
Se te quero, não te quero
E desespero!
Eu já não sei se estou errada
Ó Conde tu tens o condão
De me deixar desesperada
A pensar se te odeio sem ter razão

E fecho os olhos à verdade
Que eu insisto em não querer ver
És a minha cara metade
Que eu odeio e que amo sem saber

Odeio tanto esse sorriso encantador
Que ilumina o meu céu
Quando a noite vê chegar
Odeio tanto essa boca tão linda
E esses lábios que suplicam
E me pedem p’rós beijar
Odeio tanto que nem te odeio
E saber que eu te quero
Só confunde ainda mais
Porque eu acho que te quero
Mais que nada, mais que tudo
Se te quero, não te quero
E desespero!

Canciones más vistas de

Floribella en Enero