FF

Corda de Emoção

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Ponho os pés no chão onde tudo o que vivemos
Agora é ilusão mas nada vai fazer mudar.
A memória do teu nome ainda cura a minha alma,
Oiço a tua voz que me pertence ao acordar.

Sem defesas ou culpas quero saber
O que de mim te resta?

Ritmo em contra-tempo
No bater do coração
Que vive ao som do sopro desta corda de emoção.
Solto o beijo que tocámos na esperança de voltar
Para me dizer
Se esse ritmo em contra-tempo
Ainda bate o coração?
Ou corto o nó deixado nesta corda de emoção?

Recordo a tua calma quando o medo ia na alma.
Tanto tempo, tanta história que eu guardo de ti...
Se o mundo recuasse e o tempo à roda parasse
Voltava a adormecer na incerteza de te ter.

Sem defesas ou culpas quero saber
O que de mim te resta?

Ritmo em contra-tempo
No bater do coração
Que vive ao som do sopro desta corda de emoção.
Solto o beijo que tocámos na esperança de voltar
Para me dizer
Se esse ritmo em contra-tempo
Ainda bate o coração?
Ou corto o nó deixado nesta corda de emoção?

No entrelaçado, tenho os fios na minha mão
Desta corda de emoção.
Solto o beijo e espero que regresse com sinal de ti
De volta ao coração...

Preso nesta corda de emoção
Solto o beijo à margem da razão...
Preso nesta corda de emoção
Solto o beijo!

Ritmo em contra-tempo
No bater do coração
Que vive ao som do sopro desta corda de emoção.
Solto o beijo que tocámos na esperança de voltar
Para me dizer...