Heavy C

Corno

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu quero ser um corno se eu não souber
Eu quero ser um corno se eu não sentir
Um corno com vaidade, bem perfumado
Um corno que vai vadiar por esta cidade
Eu quero ser um corno se eu não lutar
E quero ser um corno se ninguém me vier contar
Um corno que aparece na TV
Pois se ela não dá motivos o corno não vê

Um corno de valor (yeah)
Seja secretário, ministro ou governador (sim)
Um corno que vai sempre sorrir
Mas deixa eu dizer, o que farei se por acaso descobrir

Eu parto Céu, parto a terra, parto o que eu querer
Eu parto a casa, estrago o muro, até quem quiser se meter
Eu rasgo o Céu, parto o Sol, e acabo com o Miami Beach
E quando chegarmos a casa chamarei-te de bitch
E devolva-me tudo: joias, carros, tudo que já te dei
Eu armo um escândalo, um barraco, viro um fora da lei
Não me importa os anos de cadeia que eu possa levar
Por isso faça bem as coisas para que eu nada não possa notar

Um corno sensível
Sempre, sempre imprevisível
Chega às 20:30, hora do jantar
Ver o Porto a perder e o Benfica a ganhar
Um corno responsável
Não discute é sempre amável
Sempre diz sim, nunca não ou talvez
E ao final do dia manda um saldinho de 10

Um corno de valor (yeah)
Seja secretário, ministro ou governador (sim)
Um corno que vai sempre sorrir
Mas deixa eu dizer, o que farei se por acaso descobrir

Eu parto Céu, parto a terra, parto o que eu querer
Eu parto a casa, estrago o muro, até quem quiser se meter
Eu rasgo o Céu, parto o Sol, e acabo com o Miami Beach
E quando chegarmos a casa eu chamarei-te de bitch
E devolva-me tudo: joias, carros, tudo que já te dei
Eu armo um escândalo, um barraco, viro um fora da lei
Não me importa os anos de cadeia que eu possa levar
Por isso faça bem as coisas para que eu nada não possa notar (oh baby, yeah)
Eu quero ser um corno se eu não souber


Autor(es): Heavy C