Corpos pintados

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

No seio da mata, no centro da aldeia
Os guerreiros festejam dançando ao luar
Cunhantã menina, quem me apaixonou
Deus Tupã na aldeia consagrando o amor

Corpos pintados balançando ao luar
Ao redor da fogueira o Pajé a dançar
Ritual de magia em cores que iluminam
Dança e contagia porta cores menina

Danças proibidas, mitos esquecidos
Quando os portugueses vieram conquistar
As grandes colheitas foram destruídas
Por ferozes saúvas e os bravos mura

Corpos pintados balançando ao luar
Ao redor da fogueira o Pajé a dançar
Ritual de magia em cores que iluminam
Dança e contagia porta cores menina

Danças proibidas, mitos esquecidos
Quando os portugueses vieram conquistar
As grandes colheitas foram destruídas
Por ferozes saúvas e os bravos mura

Corpos pintados balançando ao luar
Ao redor da fogueira o Pajé a dançar
Ritual de magia em cores que iluminam
Dança e contagia porta cores menina

(bis)

Canciones más vistas de