Correnteza

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não adianta se entregar de coração
Se você tem a mania de andar na contramão
A vida não é fácil, não é pra amador
Às vezes um vacilo te prepara para suportar a dor
E de repente, inconscientemente
A gente aprende com as porradas que a vida dá na gente
De repente, mas conscientemente
A gente acerta o caminho sem querer bater de frente

Quantos dias quantas noites eu neguei
Quantas histórias quanto amor eu inventei
Conto os dias conto as noites sem ninguém
Já to buscando um você em outro alguém

Eu já cansei de ocupar o seu lugar
Mas é o vazio que insiste em transbordar
Eu já tentei me colocar no seu lugar
Eu já tentei me colocar em meu lugar

Não quero mais pensar só quero me levar
Quero sentir seu corpo em minhas mãos
Então deixa pra depois a rincha entre nó dois
Na correnteza dessa ilusão

Reflection, distractions, relax on


Autor(es): Dauler Dibb / Rafael Reis