Luiz Gonzaga

Cortando o Pano

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Errei no corte, seu Zé Mariano
Peço desculpas pelo meu engano
Sou alfaiate do primeiro ano
Pego na tesoura e vou cortando o pano

Ai, ai, que vida ingrata
O alfaiate tem
Quando ele erra estraga o pano todo
Quando ele acerta a roupa não convém

Eu fiz um terno pro José meu mano
Só ficou curto porque houve engano
Sou alfaiate do primeiro ano
Pego na tesoura e vou cortando o pano

Ai, ai, que vida ingrata
O alfaiate tem
Quando ele erra estraga o pano todo
Quando ele acerta a roupa não convém

Se chegar seu mano?
Vou cortando o pano
Se houver engano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano

Sai daqui Germano
Está me perturbando
Sou alfaiate do primeiro ano
Mas faço roupa pra qualquer fulano
Só não acerto quando há engano
Se Deus ajuda o terno sai bacano
Pelo sistema norte-americano
Sou alfaiate do primeiro ano
Pego na tesoura e vou cortando o pano

Se chegar seu mano?
Vou cortando o pano
Se houver engano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano

Ai, ai, que vida ingrata
O alfaiate tem
Quando ele erra estraga o pano todo
Quando ele acerta a roupa não convém

Se chegar seu mano?
Vou cortando o pano
Se houver engano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano
Vai cortando o pano?
Vou cortando o pano
Sou alfaiate do primeiro ano
Pego na tesoura e vou cortando o pano


Autor(es): Luiz Gonzaga / Miguel Lima

Canciones más vistas de

Luiz Gonzaga en Junio