Cortina de Aço

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu amei na vida uma linda mulher,
Fiz de tudo a ela, e hoje não me quer.
Eu lei dei conforto amor e guarida,
Já não esperava em ser mulher perdida.


Todas as tardinhas vou em sua janela,
Para lê emplorar e ganhar seu amor.
A sua cortina que era transparente,
Hoje é de aço e me mata de dor.


Te faço querida um pedido sincero,
Não maltrate o outro é o que de ti espero.
Tu me desprezou, sem haver motivos,
Embora magoado ainda sou te amigo.


Todas as tardinhas vou em sua janela,
Pare lê emplorar e ganhar seu amor.
A sua cortina que era transparente,
Hoje é de aço e me mata de dor.


Eu vivo sozinho a procura de alguém,
De um amor sincero que me queira bem.
Não vou a janela esqueci a cortina,
E me apaixonei por outra menina.


Todas as tardinhas ia na janela,
Para lê emplorar e ganhar seu amor.
A sue cortina que era transparente,
Me saiu da mente, tão feliz eu sou.


Autor(es): Adriano / Lauro

Canciones más vistas de