Amado e Antônio

Cowboy Roncolho

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Levei um tombo no rodeio
Que tombo feio, quase arrebentei no meio
Montei de novo, perdi o galeio
Caí sentado em cima do cabo do reio

Quase morri de dor nesse torneio
Bati o saco na cabeça do arreio
Bati o saco na cabeça do arreio

Ninguém sofre o que eu sofro
No lombo de um pagão
Tenho ponte de safena
Transplantei o coração

Uma perna é de borracha
Só tenho meio pulmão
Tenho só quatro costela
Meu saco só tem um grão

Levei um tombo no rodeio
Que tombo feio, quase arrebentei no meio
Montei de novo, perdi o galeio
Caí sentado em cima do cabo do reio

Quase morri de dor nesse torneio
Bati o saco na cabeça do arreio
Bati o saco na cabeça do arreio


Ninguém sofre o que eu sofro
No lombo de um pagão
Tenho ponte de safena
Transplantei o coração

Uma perna é de borracha
Só tenho meio pulmão
Tenho só quatro costela
Meu saco só tem um grão

Levei um tombo no rodeio
Que tombo feio, quase arrebentei no meio
Montei de novo, perdi o galeio
Caí sentado em cima do cabo do reio

Quase morri de dor nesse torneio
Bati o saco na cabeça do arreio
Bati o saco na cabeça do arreio
Bati o saco na cabeça do arreio
Bati o saco na cabeça do arreio

Canciones más vistas de