Vieira e Vieirinha

Cravo na cinta

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Encontrei co meu benzinho isto foi de quarta pra quinta
Ela estava bem trajada de vestido azul cor de tinta
E um anér doro no dedo e um cravo preso na cinta
Corada de natureza e a loirinha não se pinta

Conversei co meu benzinho e contei a paixão que eu sinto
Se você me quizer bem eu não quero que você minta
Casá com você eu caso nem que seus pais não consinta
Se vóis qué ir eu te levo na garupa do pilintra

Quem disser quá amor não dói na mesma hora eu desminto
Eu acuso quarqué coisa e com paixão de amor não brinco
Meu coração véve roxo tenho cor de vinho tinto
Sofre um coração de pedra que certos punhar não sinta

O rapaiz do azar no mundo se quando se ele for limpo
Casamento é que nem jogo as veiz dá par as veiz dá ímpa
E a gente joga no quatro e as veiz pode dar o cinco
A gente arranja amorzinho e as veiz os carancho fica

Canciones más vistas de