Crente Raimundo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Lá vem aí o Raimundo, olhe o crente Raimundo,
domingo na igreja, segunda no mundo.
Olhe aí o Raimundo, olhe o crente Raimundo,
um pezinho na igreja, um pezinho lá no mundo.

Vive dizendo que é santo
fala a paz do Senhor,
mas quando chega lá fora,
Só fala mal do pastor.
Todo de terno e gravata,
a irmã com a saia gigante,
muito maior é a língua,
pra falar mal do irmão.

Quando ele chega em casa,
vive xigando a mãe,
pior aluno da sala,
só quer sentar no fundão.
Vive exortando você,
mas não desliga a TV,
domingo a noite ele está no coral,
a tarde no "Candeal".

E todo dia ele oferta,
mas é cheque sem fundo
Não se assuste,
esse é o crente Raimundo.
E na igreja ele coloca,
o joelho no chão,
chega lá fora,
é joelhinho cabeça.

Lá vem aí o Raimundo, olhe o crente Raimundo,
domingo na igreja, segunda no mundo.
Olhe aí o Raimundo, olhe o crente Raimundo,
um pezinho na igreja, um pezinho lá no mundo.(2x)

Levanta a mão, e bate palma,
e pula-pula, para louvar ao Senhor,
fala mistério, dá profetada é fogo estranho,
não tá com nada não,
olha pro lado e presta bem atenção,
fica ligado, na vida do irmão,
que coisa feia não tá com nada,
não tá com nada, tá com nada, tá com nada não.(3x)

Sai Raymundão, Sai Raymundão, Sai Raymundão e Sai, Sai, Sai(2x)


Autor(es): Élio Senna / Ramon Costa