Lenda ZN

Cria do RAP (part. Dj Marco)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Sou cria dos mais maloqueiro, feroz, sagaz, quer mais? Toma!
Me deram o peso dos ancestrais, e ó, lona!
A tona, peso pesado da rima
Sedento por som, do bom, tipo carne e fiscina
Das ruas sujas da Olido, loucos do Santa Cruz
Onde era só um menino tentando achar sua luz
Mic Aberto tensão, copo de pinga e limão
Fez-se o momento, eu fui pra cima e pronto, seis criaram mais um monstro
Trampo com gosto, to no posto apósto pra batalha
Lavo meu rosto com suor de um homem que trabalha
Fiz minha história nos freestyle das ruas sombrias
Varei as madrugadas quentes das noites mais frias
Derrubei inimigos, fortaleci amigos
Momentos que somente a luz da lua era abrigo
Vários foram comigo, festa, bebida perrei
Porra, quem diria foi ai que me encontrei
LENDA!, mais vivo que nunca buscando mais
Acomodado jamais, eu sempre procurei mais
Corri atrais da evolução, fiz mais composição
Aprendi usar a voz, carai agora é noiz
Sem tempo pra duble que eu to na cena
Com nois e sem problema, e os loko fechou o esquema
Num outro patamar profissional, na moral, que tal
Isso é rap nacional, se tornando mundial

Eu sou do RAP rapá, seis pira, e ai
Sou cria da cultura que me fez sobressair

[DJ Marco]
Eu sou da rua rapá, seis pira, e ai
Sou cria do veneno que seis deram preu engolir

[DJ Marco]
Eu sou do RAP rapá, seis pira, e ai
Sou cria da cultura que me fez sobressair

[DJ Marco]
Não vai pra grupo não que eu vim pra te surpreender
Talento vasto na rima, diz ai o que seis vão querer?
É só pedir, e não me impedir, as rima que eu expeli
Se vocês quiserem vai no free
É por paixão longe da moda, meus versos te incomoda
Seis pira e eu fico foda, sou começo e não a Coda
Viu só? até entendo desses termo Eruda
Contra o mau olhado eu tenho um jardim de arruda
Vim la da Norte pra fazer umas rima absurda
Dentro do som eu alcancei o estado de Buda

Deus nos acuda, soltaram a besta fera da jaula
Hoje o aluno da aula, mas não deixa de aprender
Resolvi, resolver, teoremas da vida
Botando rima em batida só pra falar com você
É juntos que vamo além, sozinhos somos ninguém
Seja com as nota de dois, ou varias nota de cem
E noiz por noiz, unidos pela mesma emoção
Bate um só coração, se quiser curti vem
O meu dom cultivei, olha onde eu me encontrei
Tenho vários por mim, corro por vários também
Um eterno aprendiz, vai, me diz que se pira
Não tenho tempo pra DISS, só faço som que inspira
Roubei a cena maloka, por que chamaram o moleque
Cobra criada dos malandro do rap

Eu sou do RAP rapá, seis pira, e ai
Sou cria da cultura que me fez sobressair

[DJ Marco]
Eu sou da rua rapá, seis pira, e ai
Sou cria do veneno que seis deram preu engolir

[DJ Marco]
Eu sou do RAP rapá, seis pira, e ai
Sou cria da cultura que me fez sobressair