Hypnos

Crisálida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Sempre fui assim, meio do avesso.
É o que diziam e ainda dizem
aqueles que tem medo da oposição
e sentem necessidade de aceitação.

E eu me sentia tão só - uma flor temporã
em meio a tanta gente, com tão poucas idéias
e tantos preconceitos, dizendo:

"Serás sempre sozinha, da rosa és o espinho,
és muito complicada, não pensas como nós,
não ages como nós, nunca serás como nós:
Ninguém te aceitará!"

Até que eu te encontrei...

Querendo ficar do meu lado, como realmente ficou,
Dizendo ter sempre buscado alguém do jeito que eu sou.

Me deste tua carne teu suor e a tua vida,
entraste no meu mundo sem saída
dizendo que alguma ele há de ter.

E eu te dei meu sangue, lágrimas e algum sorriso,
Fizemos do inferno um paraíso
Para que nele pudéssemos viver.

Então fica comigo, viva comigo,
faça um filho comigo,
me abraça um pouco mais...

Fica comigo, viva comigo,
faça um filho comigo,
e não te afasta jamais.