Cuidado Com Sua Vida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

É desse jeito ladrão, a vida é complicada,
Ce tem que ficar esperto pra não acabar virando um finado pode crer
Fica esperto ladrão, CL Jax 2016

O rolê na minha quebrada tá ficando embassado
Uma pá de mano esquisito, mandando um pro buraco

Por isso mano que eu digo
Se não é querido seja temido
Andar sempre trepado mano
Sem vacilo

Colete a prova de balas
Por aqui é necessário
Pra não ficar estirado
Esticado como um finado

É só guerra muito tiro
Lagrimas de sangue
Menor foi trocar pipa
Por balas traçantes

Tocando o terror
No condomínio fechado
É Granja das Hortências
Incluso mais um finado

Famílias de luto, cotidiano violento
Cardápio maqueavélico dos manos do movimento

Enquanto houver injustiça, na periferia
Os menorzinho tão firme e forte
E não largam essa guerrilha

Com areia no cano
Deu ranhura na balística
Raspagem numérica
Origem desconhecida

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála

Eu sou um expectador
Dessa guerra sem vitória
De um lado ou de outro
Se morrer nunca vai ter glória

Só mais uma triste vitíma dessa estatística
Só coisa ruim nesse mundo
Ninguém mais se impressiona com vida

Enquanto tamo na quebrada
Matando por puta e droga
Os que deviam morrer
Com a caneta "roba" toda hora

Então viaja não ladrão
Que essa guerra não é nossa
Deixa isso pros boy,
Menos um deles vivo não importa

Aqui tem muito mano nervoso
Portando o ferro
Guerrilheiro do gueto
Mais eu corro pelo certo

Prefiro a paz intensa
Na minha comunidade
Família unida brincando
Com as criancinhas no parque

Só que a infância de muitos
É imterrompida
A falta da mãe, do pai
Traz motivo pra cair pra guerrilha

Com areia no cano
Deu ranhura na balística
Raspagem numérica
Origem desconhecida

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála

O muleque cheio de ódio
Acionou a balística
Areia e chumbo
Em direção ao cerebelo da vitíma

Que foi morta, numa ação desesperada
A polícia toda em volta do cativeiro na mata

Era mais um sequestro
De um boy, nada inocente
Que foi pego na favela
Buscando entopercente

Na avenida granfino fazendo passeata
Pedindo paz, usando a camisa com a foto
Do boy estampada

Nem vê o filho querido
Na quebrada andando longe
Se arriscando, buscando droga
Um monte

Isca fácil de mais ladrão, sem zueira
Mais tarde é só playboy baleado no Rio Bananeira

Aí a polícia vem né,
No gás pra te prender
Mais a origem balística
Ninguém vai conhecer, porque

Areia no cano
Deu ranhura na balística
Raspagem numérica
Origem desconhecida

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála

Pow, pow, pow
Cuidado com sua vida
Mano versus mano
Mano versus justiça

Pow, pow, pow
Se renda, ou leva bala
Cadeia cumpriu, saiu
Com a bala ce vai pra vála


Autor(es): CL Jax

Canciones más vistas de