De Alma Lanhada

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

De Alma Lanhada
Os Tiranos

Hoje eu aprumei o corpo pra encilhar um fandango Bueno de bota garrão de potro pra o mundo ficar pequeno.
Quero campear namoro com jeitão bem da campanha desses de esticar o couro aquerenciado na manha

Me solta que eu sou gaitero um tranco véio cuiudo que eu vou quartiando tambeiro esse baile macanudo (bis)

Já tenho a alma lanhada a entrevero e bochicho, vou golpeando pros dois lados grudado igual carrapicho.
Desde guri esperneio ate afrouxar o garrão me agrada parar rodeio pra manunciar o coração


Me solta que eu sou gaitero um tranco véio cuiudo que eu vou quartiando tambeiro esse baile macanudo (bis)

Já tenho a alma lanhada a entrevero e bochicho, vou golpeando pros dois lados grudado igual carrapicho.
Desde guri esperneio ate afrouxar o garrão me agrada parar rodeio pra manunciar o coração


Me solta que eu sou gaitero um tranco véio cuiudo que eu vou quartiando tambeiro esse baile macanudo (bis)

Canciones más vistas de

Os Tiranos en Enero