Marcus Manzoni

Debaixo do Meu Sombrero


Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Tá um calor boca braba, hermano!
Mormaço de secar taquara
De um sol ardendo o dia todo e o retovo
Tá lá pertinho, beira-praia.

Ah, morena de biquini
Tá um calor infernal
Eu aqui na canha com limão
Ela na tequila e sal

Ai, morena! Vem fugir do calor
Debaixo do meu sombrero
Que pra ti, só pra ti é que soy cantador y guitarrero
Eu te canto milonga e te encho de prosa o dia inteiro
Guapa flor de morena, vem curar o calor!

(Vamos juntar nossos tragos amargos. "Vamo tocá o auê!" Quero que tu venha quente, ardente... E no más, a gente vê...)

A tua pele já vermelinha
Mas os teus olhos morenos...
Te achega pra perto de mim
Debaixo do meu sombrero

E o pulpero, cadê o pulpero!?
Amanheci de uma ressaca
Foi a morena guapa linda da praia...
Pulpero, desce mais um trago!

Ai, morena! Vem fugir do calor
Debaixo do meu sombrero
Que pra ti, só pra ti é que soy cantador y guitarrero
Eu te canto milonga e te encho de prosa o dia inteiro
Guapa flor de morena, vem curar o calor...

Ah, morena! Vem curar o calor
Debaixo do meu sombrero
Que pra ti, só pra ti é que soy cantador y guitarrero
Eu não tô te trovando, morena. Eu sou ás de milongueiro!
Ai, morena... Vem curar o calor...
Debaixo do meu sombrero.


Autor(es): Marcus Manzoni / Maycon Zauza Larryrez

Canciones más vistas de