Deixem-me Cantar

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não são palavras que o tempo desfaz
Iguais àquelas que li nos jornais
Que me amordaçam o peito
E me tiram o brilho nos olhos
Nem as mentiras que alguém inventou
De quem desejo e nunca lá chegou
Que fazem sombra e apagam a luz
Do meu palco de sonhos

Não vale a pena falarem de mim
Porque a verdade vem sempre no fim
E a injustiça não vence batalhas
Nem vence os meus sonhos.

REFERÃO
- Deixem-me cantar
Fazer aquilo que me faz feliz
E que no fundo foi sempre o que eu fiz
Com humildade ontem, hoje e sempre
- Deixem-me cantar
De madrugada acordar a sorrir
E adormecer a gostar mais de mim
O resto é me indiferente.

Não são rumores por baixo de um véu
Pra me ferirem fazem mal aos meus
Que me enfraquecem a alma
E me tirem a fé com que eu sigo
Nem frases feitas somente a pensar
Nos meus aplausos que querem roubar
Que deixam marcas tão grandes
Que tirem a paz com que eu vivo.

Crucificado eu cheguei a estar
Mas quem me amo soube-me julgar
Pra eles canto e enquanto quiserem
Eu nunca desisto.

REFERÃO

Las canciones más vistas de

Tony Carreira en Agosto